ServiçosPerguntas Frequentes

Voltar

PERGUNTAS FREQUENTES

1.1 - Inquilino Pessoa Física:
a) Cadastro da imobiliária preenchido pelo inquilino
b) Xerox da carteira de identidade e do CPF (também do cônjuge)
c) Comprovante de renda (Xerox)
d) Maioridade

1.2 - Inquilino Pessoa Juridica:
a) Cadastro da imobiliária preenchido pelo inquilino
b) Xerox da carteira de identidade e do CPF dos sócios da empresa
c) Contrato social
d) IR
e) Último Balanço

1.3 - Fiadores: Pessoa Física:
a) Cadastro da imobiliária preenchido
b) Xerox carteira de identidade e CPF ( também do cônjuge ou companheiro(a))
c) certidão de ônus do imóvel
d) comprovante de renda ( IR , folha de pagamento, DECORE, extratos bancários)
e) comprovante de endereço

1.4 - Seguro Fiança:
a) Cadastro da seguradora devidamente preenchido
b) Xerox carteira de identidade e CPF (também cônjuge ou companheiro(a))
c) comprovante de renda
d) comprovante de endereço

Observação: O inquilino pode fazer a locação do imóvel escolhendo 1 (uma) das seguintes modalidades de garantia:

1 - Fiador
2 - Seguro Fiança
3 - Titulo de Capitalização

Sim. O cálculo é feito na proporcionalidade do contrato, ou seja, quanto mais próximo da data de término contratual, menor será a multa. Somente em caso do inquilino ser transferido pelo seu empregador, apresentando prova da transferência, não haverá cobrança de multa contratual, mas deve ser comunicado ao locador com antecendencia minima de 30(trinta) dias.

Sim, o inquilino deve sempre, a qualquer tempo da locação, avisar de sua desocupação sempre com no mínimo 30(trinta) dias de antecedência, senão pagará o mesmo os aluguéis e encargos pelo período.

Os reajustes se dão anualmente, conforme os índices permitidos em lei e contratados no Contrato de Locação.

Depende. Poderá ser feita uma revisão no aluguel do imóvel, após 3 (três) anos de locação, desde que o mesmo esteja com o valor abaixo do de mercado. Também poderá ser aumentado além do índice, de comum acordo entre as partes.

Deve comunicar imediatamente ao locador ou administradora, por escrito.

Pode e deve. O inquilino que está devedor deve entregar as chaves do imóvel e após fazer um acordo de pagamento dos aluguéis e encargos.

Para que posteriormente as partes possam analisar as condições físicas em que o inquilino recebeu o imóvel, responsabilizando-se cada um ( locador e inquilino) pela sua parte em relação ao imóvel.

São aquelas que não são rotineiras à manutenção do prédio ou condomínio, e, geralmente, são do locador do imóvel.

A fiança é solidária, ou seja, no caso de não cumprimento de qualquer obrigação ( aluguel, condomínio, água, luz, IPTU, seguro e manutenção do imóvel) pelo inquilino, o fiador assume a responsabilidade do pagamento dos mesmos, inclusive os ônus decorrentes do não pagamento, como honorários de advogados, multas contratuais, juros, correção monetária e outros.